Entrando no nono mês, ex-BBB Letícia defende minibarriga: “A comparação é a inimiga das pessoas”


Letícia Santiago está entrando no nono mês de gravidez – Foto: Reprodução/ Instagram

Muita gente que vê a ex-BBB Letícia Santiago, nem desconfia que ela está prestes a dar à luz seu segundo filho.

Entrando no nono mês da gestação, ela ostenta uma barriga discreta, que rende muitos comentários e críticas em suas páginas nas redes sociais.

Na madrugada desta sexta-feira (03/02), a ex-BBB postou uma foto antes de ir dormir, e foi o suficiente para alguns fãs se inflamarem.

Junto com a foto, Letícia, que nunca revelou o tempo de gestação, escreveu:

“Eu e ele prontinhos pra dormir! Pegando na barriga enquanto não posso te pegar no colo! Que vontade de te conhecer… em pouco mais de um mês você vem ao mundo e meu coração já não aguenta de tanto amor! Meu… príncipe Miguel”, comentou.

Não é de hoje que Letícia vem recebendo comentários até maldosos sobre a gravidez. Na rede social, houve quem já a acusou de fingir a gestação e até de usar uma barriga de aluguel.

Para escapar dos comentários, ela se defende, dizendo que a comparação é a inimiga das pessoas:

“Muitos pensam que não tenho nada de barriga, ou pequena para meu momento gestacional… Mas, se virem uma foto assim, conseguem perceber o quanto está diferente. Isso porque, não adianta me comparar com você, nem com sua vizinha, nem mesmo com aquela amiga magra ou a alta, ou a que malha demais… A comparação sempre foi a inimiga das pessoas”, resumiu.

Tamanho não é documento

Diante da polêmica, o CENAPOP procurou uma especialista no assunto, a obstetra Gabriela Andrews, que cuidou do parto da atriz Bárbara Borges.

Segundo ela, essa “diferença” no tamanho da barriga é completamente normal, e não é usado como indicativo de saúde (ou falta de) do bebê:

Letícia Santiago no oitavo mÊs de gravidez – Foto: Reprodução/ Instagram

“É completamente normal [a diferença de tamanho] já que diversos fatores podem influenciar no tamanho da barriga da mulher, não apenas o tamanho do bebê. A posição do útero de cada mulher influencia já que alguns úteros são antevertidos (voltados mais pra frente) e outros retrovertidos (voltados mais pra trás)”, explicou.

“O tamanho da pelve, a altura e biotipo da mulher, a quantidade de líquido amniótico o tônus da musculatura abdominal e claro, o tamanho do bebê vão influenciar”, completou.

A especialista também afirmou que “existe uma variação considerada normal” para cada idade gestacional.

“O tamanho da barriga é um dos parâmetros que usamos pra avaliar se o crescimento fetal esta compatível com o tempo de gestação. Mas existe uma variação que consideramos normal para cada idade gestacional. Então, não necessariamente uma barriga grande está relacionada a presença de um bebê saudável e uma barriga pequena de um bebê que não é saudável. Vários parâmetros precisam ser avaliados em conjunto para uma conclusão dessa”, completou.

Letícia Santiago coma filha, Júlia, de 6 anos – Foto: Reprodução/ Instagram

 



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *