Motorista da Uber morre após ser baleado no bairro do Cabula


Veículo foi encontrado nas proximidades do Chopm1 - Foto: Reprodução | Google Maps
Veículo foi encontrado nas proximidades do Chopm1
Reprodução | Google Maps

O motorista do aplicativo Uber Ramiro Fernandes Teles da Rocha, de 23 anos, morreu na madrugada desta terça-feira, 28, no Hospital Roberto Santos, após ser encontrado trancado dentro do Chevrolet Classic prata [OUU-3716] com um tiro no peito, na Rua Silveira Martins, no Cabula – próximo ao Chopm1.

Ele foi localizado por populares por volta de 1h. Investigadores do Departamento de Homicídios (DHPP) estiveram nesta terça no local do crime para tentar localizar possíveis testemunhas e coletar imagens de câmeras de segurança que possam ter registrado o fato.

A Polícia Civil também já entrou em contato com a direção da Uber para saber se Ramiro estava de serviço, quais roteiros seguiu durante à noite e quais clientes atendeu.

A esposa dele, Deise Karolaynne Souza Serrão, esteve na tarde desta terça no DHPP para depor. Dentro do carro, os peritos só encontram alguns documentos. O celular de Ramiro foi levado.

Mais uma morte

“Só lamentar agora. Chorar pela dor e continuar vivo. A vida continua. É o caminho de todos nós”, completou Luís Alberto. Segundo ele, Cleivison era solteiro e morava com a mãe no bairro. Ele e Carlos costumavam andar juntos.

Um morador informou que um irmão de Cleivison foi assassinado há seis meses, aproximadamente.

Um estojo de projétil calibre .40 foi encontrado próximo ao corpo dele pela equipe de perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT). A autoria e motivação do crime são desconhecidas da polícia.




Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *